Artes marciais: a grande aliada no desenvolvimento das crianças

Artes marciais: a grande aliada no desenvolvimento das crianças

Começar a praticar artes marciais é uma ótima escolha para as crianças. Além de possuir inúmeros benefícios físicos, a prática desenvolve habilidades importantes nas crianças, começando pela disciplina adquirida durante os treinos.

Durante as aulas, além das técnicas necessárias para lutar corretamente, o trabalho em equipe é desenvolvido. Crianças que praticam artes marciais na infância, tendem a desenvolver com segurança e responsabilidade a autoestima, autoconfiança e o respeito ao próximo, além de aprimorar a coordenação motora.

A prática de lutas durante a fase de desenvolvimento da criança, traz vários benefícios como o desenvolvimento dos reflexos, a melhora da atenção das crianças e o fortalecimento do sistema imunológico. Confira outros benefícios da prática esportiva de lutas na infância!

Melhora o desenvolvimento físico e mental

A prática de artes marciais é um meio envolvente para qualquer praticante. Com todas as técnicas de luta, nota-se o aprimoramento da coordenação motora e flexibilidade das crianças. Lutas como o Judô ou Karatê, aumentam o condicionamento físico e agregam resistência aos músculos em desenvolvimento, trabalham na melhora dos reflexos nas articulações da criança.

É possível notar claramente, que crianças que praticam alguma lutas, aumentam a concentração e possuem mais foco nas atividades que exercem.

Aprendizagem de valores

Por estarem em contato com lições filosóficas e códigos de ética, as artes marciais ajudam às crianças a desenvolverem valores éticos e morais por meio das experiências que ocorrem durante toda a prática.

Essas experiências ajudam a desenvolver o respeito, a disciplina, paciência, além de promover a segurança pessoal.

É importante enfatizar que as artes marciais não condenam a agressividade em si, pois ela ajuda o ser humano a alcançar objetivos claros e com respeito. As artes marciais combatem a agressividade gratuita que possui intenção destrutiva, canalizando a expressão dessa força agressiva para os momentos de treino e competição, segundo normas rígidas e códigos éticos de cada modalidade.

Através da capoeira, por exemplo, um luta originada no Brasil durante o período da escravidão, agrega-se ainda ao desenvolvimento físico, aprendizados lúdicos, históricos e culturais. Além de aprimorar o senso de igualdade entre pessoas de raças, gêneros e condições econômicas diferentes.

Valores como amizade e companheirismo são essenciais para o desenvolvimento infantil e também costumam ser trabalhados em diversas artes marciais, que costumam inclusive tratar os grupos e turmas formadas como verdadeiras famílias. Crianças que praticam artes marciais, aprendem a conviver nos ambientes com mais harmonia e respeito, sendo inclusive um bom auxílio no combate ao bullying.

É importante lembrar que para praticar artes marciais é necessário responsabilidade e dedicação. A lutas nunca devem incentivar a violência, mas contribuir para que as crianças tenham foco nos seus objetivos e persistam de forma saudável para conseguir alcançá-los. São atividades que possuem regras e necessitam sempre de auxílio de profissionais adequados.

Portanto, se você deseja matricular o seu filho ou filha em alguma aula de arte marcial, lembre-se de pesquisar profissionais bem referenciados, experientes no ensino de crianças e confiáveis. Assim certamente você estará contribuindo muito para o desenvolvimento das crianças e colaborando para torná-las adultos melhores no futuro.

Este artigo foi útil para você? Seu feedback é muito importante para nós. Deixe seu comentário, curta, compartilhe e assine a nossa newsletter!

Newsletter

Contato

75 3625-8496

vendas@naika.com.br

Av. Maria Quiteria, N. 1411 C, Terreo B, Ponto Central - Feira de Santana - BA - 44.075-445

Redes Sociais